Make your own free website on Tripod.com

Home

Especialidades
Nossa Historia
Quem somos
Materiais
Agenda
Classes
Links
Leoes do Vale
Nossa Historia

MARANATHA!

CLUBE DE DESBRAVADORES LEOES DO VALE

INICIO DO CLUBE:

No dia 27 de setembro de 2002, foi feita uma reuniao de economia e nesta reuniao foi decidido que iniciariamos um projeto de evangelismo infantil, atraves de um Clube de Desbravadores. No dia 05 de outubro do mesmo ano, foi proposta na Comissao da Igreja IASD do Bairro Inocoop de Tatui/SP, o Plano de Desenvolvimento de um Clube de Desbravadores, atraves do Clube de Lideres Atalaias de Aglae. Foi proposta uma palestra sobre o assunto naquele proximo sabado. No dia 26/10/02, foi feita a palestra e no dia 09/11/02 se iniciaram as inscricoes para o Clube de Desbravadores. No dia seguinte, houve a primeira reuniao do clube, ocasiao em que foram dadas as primeiras aulas de nos; foi explicado o que e ser um desbravador; foi mostrado o significado dos uniformes; foram explicados os ideais de um clube e houve um concurso para eleger o nosso nome. Tambem foi ensinado o hino dos desbravadores e o hino Avansai Juvenis. Naquela ocasiao foram propostos para o nome do clube os nomes: Shalon; Leoes do Vale e Novo Horizonte. O escolhido foi Leoes do Vale.

Joao Florencio - 1953

A Historia de Nossa Cidade

A origem da palavra Tatui vem do Tupy-Guarani e significa "Agua do Rio do Tatu". A palavra Tatui passou pelas seguintes transformacoes: Tatuuvu, Tatuhu, Tatuhibi, Tatuy, Tatuhy e finalmente Tatui. Os bandeirantes, indo para o Sul, foram os primeiros a passarem por aqui, e com seu impeto explorador, buscavam descobrir tesouros. Desta forma, expulsaram os indigenas que formavam suas tribos localizadas no encontro dos rios Sorocaba e Tatuuvu (hoje bairro da Barreira), onde situava-se o cemiterio dos primeiros habitantes naturais desta regiao.

Foi a partir da fundacao do povoado de Nossa Senhora Del Popolo, em Aracoiaba da Serra (povoado este que surgiu do levantamento da fabrica de ferro de Ypanema - 1682), que foi desmembrado o atual patrimmnio cidade de Tatui, nas terras que foram concedidas aos frades do Convento do Carmo de Itu, em 10 de novembro de 1609.

Anos depois os frades se dividiram em dois grupos, sendo que um residia proximo a freguesia de "Sao Joao do Benfica", e o outro grupo, passou a residir no casarao que existiu em frente a Estacao Sorocabana.

Mais tarde, o casarao foi transferido para a atual Avenida Sales Gomes; os frades ja nao desfrutavam mais destas terras e arrendaram-na a Antonio Xavier de Freitas e Jeronymo Antonio Fiuza, sertanejos que aqui se estabeleceram. Tendo eles, plenos poderes adquiridos por procuracao, sobre as terras do Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordao, transferiram o povoado de Sao Joao do Benfica para o local onde hoje e Tatui.

Foi assim, que em princpios do seculo XIX, com a fundacao da Usina de Sao Joao de Ipanema (1810 - a primeira fabrica de ferro da America Latina), uma ordem regia proibiu o corte de madeira praticado por quem nao fosse empregado da fabrica de ferro, e esse fato veio contribuir para que aumentasse o numero dos primeiros povoadores de Tatuhu, que se dedicavam a agricultura. Finalmente, em 11 de agosto de 1826 (que e a data oficial da fundacao da cidade) deu-se inicio a divisao de terras atraves do Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordao. Com a demarcacao do rocio, ocorreu entao o arruamento da Rua Onze de Agosto.

Alguns pesquisadores e historiadores consideram o ano de 1822 (e nao 1826) como a fundacao de Tatui, pois acreditam que Tatui ja era distrito. Na data de 20 de setembro de 1861, Tatui elevou-se a categoria de cidade. Em 26 de outubro de 1877, foi instalada a sua Comarca. Com data de 10 anos apos esta instalacao, que Tatu pode contar com um dos fatos mais significativos para sua historia: ser uma das primeiras cidades do Brasil a libertar seus escravos mesmo antes da Lei Aurea.

 Brasao de Tatui

Brasao e Bandeira de Tatui

Escudo portugues redondo coroado pela coroa natural da cidade. Cortado e partido, no primeiro quartel uma brisa, as armas de Cuiaba; montanha ao natural folheada de ouro em campo de sinople (verde).
Um tatu ao natural e um rio de blau (azul) em campo de ouro. A montanha das armas do Carmo, ao natural, com a sua cruz de prata e as suas estrelas, do mesmo metal, e uma lua crescente de prata tudo em campo de blau.
No segundo quartel, um castelo forte de outro sobre o fundo de goles (vermelho).
Timbre, um leao nascente de ouro com uma flor de lis de goles de espadua.
No listao azul inscreve-se em letras de ouro a divisa da cidade - PER ARDVA SURREXI (do latim, "VENCEU PELO PROPRIO ESFORCO")(?).

Suportes - um ramo de cafe frutificado a destra e um ramo de algodao a sinistra.
No centro uma roda dentada tudo ao natural.
As armas de Cuiaba lembram a fundacao da Vila Sao Joao do Benfica pelo bandeirante Paschoal Moreira Cabral.
O tatu e o rio constituem as armas falantes da cidade, traduzindo a etimologia da palavra Tatuhy.
As armas da ordem do Carmo recordam que as terras em que se ergueu a cidade foram uma Sesmaria do Carmo. A lua crescente e o simbolo catolico da Nossa Senhora da Conceicao, padroeira da cidade, segundo a tradicao.
O castelo forte recorda a atitude dos tatuianos defendendo sempre a legalidade e sacrificando-se heroicamente nas lutas contra o Paraguai. O leao nascente e o timbre do brasao de armas concedido, em 1807, pelo principe D. Joao, a Manoel Rodrigues Jordao.
Os ramos de cafe e algodao recordam as duas principais culturas do municipio e a roda dentada e a representacao das industrias enquanto a divisa "PER ARDVA SURREXI" e a expressao legitima dos tatuianos que tudo fizeram e tem feito pelo seu esforco proprio.

BANDEIRA - a Bandeira Oficial do Municipio de Tatui representada pelo Brasao, com fundo branco.

 Cristo Vem!

Hino a Tatui

Letra de Paulo Cerqueira Luz
Musica de Maria Ruth Luz

Tatui, Cidade Ternura, terra querida onde vivemos
Tens filhos de grandes meritos,
E justo que os louvemos:
Nas letras, Paulo Setubal, recebeu seu galardao;
Na caridade, Chico Pereira, foi exemplo de cristao.

Estribilho:
No verde-esmeralda das melancias
No amarelo-ouro do abacaxi
Lembramos a Bandeira do Brasil
Nas colheitas de Tatui.
Tatui do XI de Agosto
Tatui da Festa de sao Jorge,
A ternura e a tua carga, o coracao o teu alforje
A ternura e a tua carga, o coracao o teu alforje

No progresso industrial, Manoel Guedes foi pioneiro;
Na musica, Nacif e Bimbo brilharam no estrangeiro;
No polo e no futebol, na justica e na arte
No carnaval e no fandango, Tatui fez estandarte.

Estribilho:
No verde-esmeralda...


O Hino e sua Historia

Maria Ruth Luz e Paulo Cerqueira Luz sao naturais de Monte Santo de Minas, onde iniciaram seus estudos. Casaram-se em 1954 e se estabeleceram em Tatui. Ruth Luz sempre dedicou-se a musica, foi professora em varias escolas, em Tatui e outras cidades do Estado de So Paulo. Paulo, ja tendo trabalhado em varios ramos profissionais, estabeleceu-se em Tatui como comerciante e ainda pintor, ganhando varios premios, foi auto-didata e tinha ideias muito avancadas para seu tempo. Gostava de tocar banjo, violao e cavaquinho. O "Hino a Tatu" foi composto em 1961, homenageando assim, a cidade que bem os recebeu. Algumas outras obras dos autores do hino:
- Hino a Caconde
- Hino da Escola Estadual "Jose Tomas Borges"
- "Os Meninos Cantores"
- "Caridade"
- "Crianca, Crianca"
- "Treze de Maio"

Em 10 de agosto de 1964, a Camara Municipal de Tatui aprovou o projeto de lei de iniciativa do vereador Aido Luiz Lourenco, que estabeleceu como "Hino do Municipio de Tatui" a musica "Tatui, Cidade Ternura" (nome original da composicao de Ruth e Paulo Luz). O prefeito Paulo Ribeiro, promulgou e sancionou a lei em 11 de agosto de 1964, publicamente, em solenidade realizada no salao nobre da Escola Industrial Sales Gomes, por ocasiao do encerramento da "Semana da Musica", evento organizado pelo Conservatorio local.

Neste Sabado Esperamos Voce Na IASD